07
mar
09

Música: “Hoje a noite não tem Luar”? Então, “Hoy Me Voy Para México”.

mzn-renato-russoConfesso: na época em que fãs de Engenheiros do Hawaii (seguidores de Gessinger) e fãs do Legião Urbana (fiéis à Renato Russo) se degladiavam verbalmente – e às vezes, nas vias de fato – eu estava curtindo boa música brega! Overdoses cavalares de Paulo Sérgio e Roberto Carlos.

Minha irmã mais velha, naquela época, era fã-fanática (usando palavras do Feltrin, do Rosa de Saron) de dois grupos – que eu posso dizer, foram precurssores das BoyBands?

Dominó e Menudo. Menudo era muito ruim e chato. Cinco caras feios, que não cantavam nada… aliás, cantavam sim. Balbuciavam qualquer letra em espanhol, colocavam umas coreografias escrotas e usavam um figurino de gosto duvidoso… pra não dizer gay (ou vocês acham que Calça de Malha e Polainas não são algo meio gay???).

Já Dominó, aprendi a gostar, meio que por “osmose”. Confesso que eu, hoje em dia, TAMBÉM gosto do antigo quarteto formado do Nill, Afonso, Marcelo e Marcus.  Até baixei os LPs e gravei no CD pra ouvir no carro… pode uma coisa dessas? Pode. Tudo para poder voltar no tempo e lembrar da minha infância!

Legionários x Engenheirianos?

Um dia me disseram que as nuvens não eram de algodão… o namorado da minha irmã do meio foi quem me apresentou ao Engenheiros do Hawaii. Ele foi muito esperto: me emprestou o CD “Alivio Imediato”, que continha dois sucessos gravados em estúdio e mais uns 10 sucessos gravado ao vivoFoi um soco no estômago! Infitina Highway (ao vivo), era algo alucinante…

Era 1996 e os Mamonas Assassinas estavam no auge do sucesso… aprendi a tocar violão sozinho, só pra poder pôr a viola-no-saco e fazer moral com as meninas da escola. A 1ª música que aprendi – é óbvio – foi uma dos Mamonas: Sábado de Sol.

Naquele feriadão de outubro de 1996 (11 de outubro, feriado da Divisão do Estado… 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida) , na volta às aulas, havia um inebriante clima de luto. Eu perguntei o que acontecera: Pô, gente… até parece que alguém morreu!!! Na verdade: realmente, alguém tinha morrido…

Só não sabia quem. Alguém falou: Cara… cê não tá sabendo? O RENATO RUSSO morreu! “Renato… quem?”, perguntei sinceramente, não fazendo a mínima idéia de quem se tratava.

Quase apanhei… cometera um sacrilégio junto aos Legionários (os fãs do Legião). E olha que, mesmo estudando em um colégio de padres salesianos e recusando-me peremptoriamente à participar das atividades religiosas, nunca estive na iminência de ser hostilizado, tanto quanto fui naquela manhã.

Dois anos depois, mudei de cidade. Já estava tocando violão razoavelmente melhor (não que, o que eu toque hoje, seja necessariamente, bom… entendem?). Fiz sucesso no bairro onde morava e ensinei uma meia dúzia de garotos a tocarem violão… E o meu repertório?  Claro, muito Mamonas e muito Engenheiros. E só.

As meninas começaram a pedir: toca Legião? E eu dizia: não sei nada de Legião. Nisso, apareceu outro garoto do bairro que tinha TODO o repertório de Renato Russo tirado no violão. Ele tocava, elas se derretiam… (sabe aquela cena patética de desenho animado, quando a menina apaixonada, têm coraçõeszinhos no lugar dos seus olhos? então… algo bem parecido com isso!)

Não teve jeito: meio que a contragosto, lá fui eu aprender a tocar Legião. Também, limitei-me a APENAS MEIA DÚZIA: Será, O Teatro dos Vampiros, Ainda é Cedo, Sexo Verbal, Meninos e Meninas… Pais e Filhos, é claro!

Alguns anos depois, descobri que o Legião havia gravado um Acústico MTV – como se isso fosse lá graaande coisa para mim! Mas o que mais gostei foi dessa música aqui:

Shooooooow de bola! Música do jeito que eu gosto: brega, breguíssima. Letras e melodias simples, refrões pegajosos. Fácil de tocar, fácil de cantar. Se tivesse sido outro cantor, provavelmente, passaria incólume e despercebida. Mas se tratando de Renato Russo… tornou-se um HIT. Mais que isso: um hino, uma ode ao amor… uma canção antológica!

Mas o Renato Russo falara no DVD – eu comprei o original no WallMart por 10,90… fiz bem em esperar pra comprar depois de todo mundo! – que essa música era… bem… era do MENUDO! Ca-ra-lho… MENUDO?

Lá fui eu caçar, fuçar, futricar, googlear… mas achei! Eis abaixo o vídeo da MÚSICA ORIGINAL, do Menudo, pra vocês verem:

Não falei que os Menudos eram toscos? Fala sério: que final é esse? Eles todos num… num.. num barco??? Com um bando de mariachis? Mais tosco impossível!!!

Pensando bem… mais tosco que o clipe é a letra da própria música. Veja abaixo e me falem: Menudos eram ou não eram, realmente, ruins pra caraaaaaaaaaaaaaaaaaaalho?

Ella paso por mi lado
“Hola amor, que tal te va,
Deja que tome tu mano”
Dijo “si” no dijo masEn la zona rosa fue
En donde yo la conoci
De rosa el viento, de rosa el alma
De rosa el mundo, de rosa la flor
Tambien el cielo, tambien el sol
Y entonces me besoNos fuimos los dos caminando
Recorriendo la ciudad
Deja que caiga la noche
Y el amor nos cantaraY Garibaldi canto
Poemas y canciones de amor
“Maria bonita, Maria del alma
Las estrellitas que tu enjugabas
Con tus manitas siguen brillando
Eternas como mi amor”

Hoy me voy para Mexico
Quiero estar con ella
Hoy me voy para Mexico
Voy a ver a mi amor

Hoy me voy para Mexico
Quiero estar con ella
Hoy me voy para Mexico
No puedo sufrir mas
Sin ella morire

Hoy me voy para Mexico
Quiero estar con ella
Hoy me voy para Mexico
Voy a ver a mi amor

Hoy me voy para Mexico
Quiero estar con ella
Hoy me voy para Mexico
No puedo sufrir mas
Sin ella morire

A letra é ou não é gay???? Veja quantas mençoes à cor-de-rosa: En la Zona Rosa fue en donde yo la conoci”. Como assim “Zona Rosa”?  Seria alguma região de baixo meretrício? Continua a letra: “De Rosa el viento, de Rosa el alma… De Rosa el mundo, de Rosa la flor… Tambien el cielo, tambien el sol.. “. Pelas minhas contas, foram 5 (cinco) “rosas” explícitos e 2 (dois) “implícitos”

Para os Menudos, o mundo era cor-de-rosa…. ai ai ai ui ui ui!!!!

Post Scriptum:

Eu continuo preferindo Engenheiros à Legião. Questão de gosto: a sonoridade das músicas do Trio “Gessinger, Licks e Maltz”, supera em muito, à do trio “Dado, Renato e Marcelo”. As letras de Gessinger, salvam-se apenas algumas… mas são magistrais!!!

Infinita Highway é uma delas. É uma história resumida sobre o cenário político latino-americano, resumida e musicalizada. Já Renato Russo e as músicas do Legião Urbana: o que faltava de riqueza melódica, em compensação, sobrava e esbanajava-se riqueza poética nas letras.

Renato Russo soube – como poucos compositores – ler a alma do seu público e materiazar essa leitura nas letras de suas músicas. Impossível não ler (ouvir) algo de Renato e não se identificar. Renato Russo tem a marca da genialidade de outros grandes artistas, como Raul Seixas e Cazuza.

Ah… sim! Eis o típico caso em que a criatura superou o criador. Quer dizer: a versão ficou melhor que a letra original. Tipo assim… coisa de Renato Russo, saca?

Leia mais Sobre RENATO RUSSO:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Renato_Russo

Anúncios

2 Responses to “Música: “Hoje a noite não tem Luar”? Então, “Hoy Me Voy Para México”.”


  1. 1 Cris Parron
    8 de março de 2009 às 18:30

    Menudos, kkkkk, aind na época do Ramon…. aff… eu já tinha pulado deste barco, kkkkk
    Olha…. eu conheci Legião ao mesmo tempo que Engenheiros… e de fato Infinita Highway é alucinante… continuo a gostar dos dois,não sei se mais dos Engenheiros ou do Legião. Gessinger também sabia ler a alma de seus fãs. São dois clássicos do nosso rock nacional. Mas a versão do Legião… que coisa linda, adoroooooo.

    ah… tbem tenho o original do acústico do Legião, mas paguei mais caro, na época do modismo.
    Beijos amigo

  2. 21 de março de 2010 às 14:46

    Belo post, bela história, haha! Tenho uma parecida da sua, com a relação Legião e Engenheiros… as musicas chatas dos segundos são insuportáveis, mas as dos primeiros, dá pra aguentar.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Pessoas já leram MZN News:

  • 326,997 hits

SOS Nordeste

Categorias de Matérias

Quer procurar alguma coisa no Blog?

Digite no campo abaixo palavras chaves (tags) para encontrar nas matérias já publicadas

Arquivos

Expediente

Editor e Articulista:
Mazinho Almeida
Colaboradoras:
Fládima Christofari (Campo Grande -MS)
Helen Mariana (Curitiba-PR)
Cartas à Redação:
Para corresponder com nosso blog, além dos comentários, envie e-mail para o endereço mznnews.redacao@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: