25
mar
09

Televisão: Dois Pesos, Duas Medidas?

Contrariando ao estilo de nosso blog — de se ater a textos longos e encadeamentos de idéias — redescobrimos no YouTube um vídeo de um “Editorial” da Rede Record, quando do lançamento do canal aberto “Record News”, acusando a Rede Globo de tentar barrar a estréia do novo canal, através de operações nos bastidores políticos de Brasília. Veja o vídeo:

Notaram em QUEM a Record foi buscar respaldo para escrever seu Editorial? Sim: numa matéria da Folha de São Paulo. Engraçado como o mundo dá voltas… Um ano depois, a mesma Record resolveu voltar sua metralhadora giratória contra quem? Veja o vídeo:

Deixa eu ver entendi… A mesma Folha de S. Paulo que um ano antes, denunciou uma suposta tentativa de impedir que a Record News fosse ao ar, foi a mesma que analisou — um ano depois — que o Canal Aberto de Notícias 24 Horas foi um retumbante… fracasso? Não parou por aí.

A Folha publicou um Editorial em resposta à esses ataques — como o conteúdo é restrito à assinantes UOL/Folha, leia neste site a íntegra do texto publicado pela Folha. E a Record fez o mesmo: desta vez chamando a Folha de São Paulo de “Folha de Mentiras”:

Bom. Tudo que a Record pode se “orgulhar” é de ter um “jornalismo independente”: a cobertura da viagem do Papa à África é apenas UM entre tantos exemplos da forma tendenciosa com que essa emissora transmite a informação aos expectadores.

Não é engraçado — para não dizer canhestro e estranho — que a Record, quando lhe foi conveniente, tenha usado a “Folha” como “fonte jornalística independente” para defender seu Canal de Notícias, e agora, se volte justamente contra o mesmo jornal, acusando-lhe de ser “mentiroso e tendencioso”?

Se é assim, eu como leitor e expectador, poderia acreditar então que a Record MENTIU quando acusou a Globo de tentar impedi-la de levar ao ar a Record News? Sim, porque a Record usou a informação publicada pela mesma “Folha de Mentiras” — foi desta exata forma que ela chamou a Folha de S. Paulo em seu editorial.

Não sejamos bobos: a melhor definição que eu encontrei foi em um blog dizendo que “ninguém é santo nesta guerra“. Já que não existem “mais santos” prefiro escolher os “menos diabólicos”. Lembrando: diabólico vem do latin — diabulum; aquele que divide.

E você, sua Excelência: o Leitor. Quem você acha que tem razão? Tire suas próprias conclusões.

Quer LER mais?

Anúncios

0 Responses to “Televisão: Dois Pesos, Duas Medidas?”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Pessoas já leram MZN News:

  • 325,172 hits

SOS Nordeste

Categorias de Matérias

Quer procurar alguma coisa no Blog?

Digite no campo abaixo palavras chaves (tags) para encontrar nas matérias já publicadas

Arquivos

Expediente

Editor e Articulista:
Mazinho Almeida
Colaboradoras:
Fládima Christofari (Campo Grande -MS)
Helen Mariana (Curitiba-PR)
Cartas à Redação:
Para corresponder com nosso blog, além dos comentários, envie e-mail para o endereço mznnews.redacao@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: