10
maio
09

Comportamento: Celebridades caem na rede

As grandes atrações desta semana na TV Brasileira foram os retornos de “Casos de Família” e do “Programa do Ratinho” nas tardes do SBT. Deu certo a estratégia para o IBOPE da emissora; e parece que o “mundo cão” está de volta às telas.

No “Casos de Família” — para minha infelicidade — sai de cena a elegante e brilhante Regina Volpato; e entra a polêmica e desbocada Christina Rocha. Enfim, agora o programa faz jus ao apelido irônico “Barracos de Família”. Logo na estréia, uma jovem de 19 anos e completamente dissimulada, irritou à todos com o desdém que trata seu filho.

Já o Ratinho, por sua vez, volta à cena com matérias “chocantes”: um “menino-cão” — será um lobisomem? Ah sim! E o grande bafafá da semana: uma tal de Felina! Sim: essa mulher teria gravado várias celebridades, através da WebCam, em conversas pra lá de picantes no MSN. Os mais animados, expuseram seus dotes para a intréprida voyer.

A lista é extensa: vários jogadores de futebol, como Alexandre Pato, e o técnico Wanderley Luxemburgo; de atores como Dado Dolabella, à apresentadores globais e ex big-brothers. Tem de todos os gostos e tamanhos! (P.s.: desculpem a ironia).

Mas a festa acabou: Felina tirou os arquivos do ar, segundo matéria de Época, por se arrepender do mal que fez à tantas pessoas… Será? Tenho minhas dúvidas: acho que o medo foi de ser processada mesmo. O curioso nisso tudo é que os envolvidos não vieram à público desmentir — apesar que, em alguns casos, as imagens falam por si só!

Intrigante é: Orwel deve estar se revirando de felicidade em seu túmulo. Nunca “1984” soou tão real, quanto nestes dias. Se o que antes era privilégio apenas de adolescentes irresponsáveis com hormônios em ebulição — que maldosamente, dizem os websurfers, culpa da inclusão digital — agora chegou ao mundo dos famosos e celebridades.

Não me admiraria, que dentro em breve, apareça algum deputado federal apresentando um projeto de Lei, tentando “criminalizar” esse tipo de crime. Crime? Ah não: esqueci. Só é crime aquilo que está previsto em lei. Seria invasão de privacidade? Talvez… mas será que ela “invadiu” ou Felina teve “consentimento” para invadir?

Ah… mas então o crime não estaria em “invandir”, mas sim em “publicar”. Voltamos, porém, à indagação: qual o limite entre a vida pública e a vida particular, especialmente no caso de pessoas que precisam chamar os holofotes para si, para ganharem a vida?

Eis uma questão à se pensar. Como diria o deputado gaúcho: estou me lixando pra opinião pública! Sic.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Pessoas já leram MZN News:

  • 325,172 hits

SOS Nordeste

Categorias de Matérias

Quer procurar alguma coisa no Blog?

Digite no campo abaixo palavras chaves (tags) para encontrar nas matérias já publicadas

Arquivos

Expediente

Editor e Articulista:
Mazinho Almeida
Colaboradoras:
Fládima Christofari (Campo Grande -MS)
Helen Mariana (Curitiba-PR)
Cartas à Redação:
Para corresponder com nosso blog, além dos comentários, envie e-mail para o endereço mznnews.redacao@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: