08
jun
09

Editorial: Saia Justa?

A expressão “saia justa” determina aquela situação que determinada pessoa, acaba ficando constrangida, acuada, desconcertada. Ela pode ser a vítima ou a algoz. Nesta semana, aconteceram três “saias justas”: o episódio Rede Globo x Cantoras; a estréia da Fazenda da Record; e por fim, o desmentido feito pelas Forças Armadas no caso Vôo Air France.

Elas Cantam Roberto

O que era para ser uma “celebração”, acabou se tornando uma situação constrangedora. A Globo exibiu no último domingo (dia 31), a gravação que havia feito do show “Elas Cantam Roberto”. O motivo da saia-justa: algumas cantoras foram “limadas” na exibição da TV, enquanto outras, teriam sido privilegiadas.

Tudo começou pelo fato das performances de Marina Lima, Paula Toller, Celine Imbert, Rosemary, Adriana Calcanhoto e Mart’nália não terem ido ao ar, ao passo que, Marília Pêra — atriz contratada da Globo e que fez uma apresentação sofrível — e Ivete Sangalo — que interpretou duas canções, enquanto as demais, apenas uma — teriam sido beneficiadas.

À respeito disso, vários jornalistas especializados em TV, foram unânimes ao afirmar: pegou muito mal! Flávio Ricco, em sua coluna, ainda tentou um discurso mais conciliatório: “As cantoras cortadas, as suas gravadoras e o homenageado Roberto Carlos, além do próprio público, têm motivos de sobra para reclamar. O episódio foi muito antipático. No entanto, é possível reverter este quadro. Basta vontade e uma pequena dose de humildade. Que a Globo, num gesto elevado, reconheça o erro cometido e exiba a edição sem cortes“.

A pergunta que eu faço: qual motivo de tanto “mal estar”? A própria direção da Globo, já havia afirmado que, algumas das apresentações talvez não fossem ao ar: “Já a assessoria de imprensa da Globo não confirma se a canção de Hebe será ou não exibida no especial, já que a edição vai selecionar apenas parte da apresentação“, informava a coluna “Ilustrada” de 20 de Junho.

Sinceramente, quando eu reli esta matéria, pensei: “quem avisa amigo é… por que, então, tanto estardalhaço?”.

A Fazenda

A Record afirma que o programa não é “cópia” da Globo; que Brito Jr não é um “clone” de Pedro Bial; que os competidores são “celebridades”; e não há prejuízo e falta de anunciantes.

Eles dizem “não”. Mas, quem assiste, sabe que é. Então, fica combinado assim: eles fingem que falam a verdade e a gente finge que acredita no que eles dizem.

O Vôo AF 447

Por fim, a imprensa — especialmente, a francesa — “desceu a lenha” na Marinha e Aeronáutica brasileira, quando a informação de que a “mancha de óleo e o pallete encontrados eram do avião desaparecido” foi desmentida.

A acusação: os militares teriam sido “irresponsáveis” ao anunciarem uma coisa, e voltarem atrás, logo em seguida. Mas, diante da pressão que a imprensa, os familiares das vítimas, as empresas envolvidas (Air France e Airbus), dos governos brasileiro e francês, etc por notícias e avanços nas buscas… será que eles foram irresponsáveis? Ou apenas disseram o que todo mundo esperava ouvir?

Em todas essas “saias justas”, que fique claro: tudo era previsível. A Globo iria mostrar só quem “dá Ibope”; a Record iria copiar o BBB; e alguém precisava dizer que “encontrar sobreviventes” estava fora de cogitação.

Anúncios

0 Responses to “Editorial: Saia Justa?”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Pessoas já leram MZN News:

  • 326,997 hits

SOS Nordeste

Categorias de Matérias

Quer procurar alguma coisa no Blog?

Digite no campo abaixo palavras chaves (tags) para encontrar nas matérias já publicadas

Arquivos

Expediente

Editor e Articulista:
Mazinho Almeida
Colaboradoras:
Fládima Christofari (Campo Grande -MS)
Helen Mariana (Curitiba-PR)
Cartas à Redação:
Para corresponder com nosso blog, além dos comentários, envie e-mail para o endereço mznnews.redacao@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: