Archive for the 'Especial' Category

01
ago
09

Sarney e a censura

O polêmico precedente de José Sarney

O polêmico precedente de José Sarney

A principal notícias nos jornais, sites e blogs brasileiros deste sábado: Sarney (o filho) vai à Justiça para proibir “O Estadão” de publicar quaisquer matérias sobre o inquérito policial, no qual ele está sendo investigado.

Se você quiser ler o que outros jornalistas falaram sobre o tema, sugiro que visitem os blogs de Marcelo Tás (a cabeça reluzente do CQC),  Augusto Nunes (Veja) e Reinaldo Azevedo (Veja/UOL).

Os textos acima são jornalísticos, feitos por comentaristas especializados em política. Eu não sou jornalista — pelo menos, ainda não, pois eu vou requerer meu registro na DRT — e nem sou advogado.

Mas conheço alguma coisa de jornalismo e muita coisa de direito. O episódio da “censura do Estadão” é uma das maiores aberratio iuris — aberração jurídica, em latim — que já presenciei em minha vida.

Não vou nem conclamar aquele princípio constitucional que garante a tal liberdade de opinião, expressão e pensamento. Continue lendo ‘Sarney e a censura’

24
jul
09

Justiça: Banco condenado por obrigar funcionária a se insinuar para clientes

Aviso: Fotomontagem meramente ilustrativa e com finalidade humorística

Aviso: Fotomontagem meramente ilustrativa e com finalidade humorística

O Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT 23 – MT) tomou uma decisão inusitada: ao julgar recurso de Ação Trabalhista, movida por uma ex-funcionária contra o Banco para qual trabalhava, aumentou o valor da indenização que havia sido concedida em 1ª instância.

Até aqui, nada de tão inédito: o fato curioso é que a empregada acusou o banco de força-la a “ensinuar-se para clientes”, de forma a “vender mais produtos”.

Conseguiu imaginar a situação? Se não, basta olhar para a imagem ao lado que você terá uma idéia…

O gerente da bancária — provavelmente, bonita e com atributos físicos abundantes — obrigava a  moça a usar “roupas provocantes”, fazer gracejos para clientes e até participar de happy hours.

Segundo matéria veiculada no site Contraf/Cut, “o banco foi acusado de forçar a trabalhadora a se insinuar para os clientes, usando roupas sensuais e até a participar de “happy hour” para facilitar a aproximação e consequente realização de negócios”.

Continue lendo ‘Justiça: Banco condenado por obrigar funcionária a se insinuar para clientes’

09
jul
09

Cultura Inútil: Obama e Sarkozy

Eu vi a foto abaixo no UOL e não aguentei: tive que fazer essa foto-charge. O que será que as Sras Michelly e Carla vão achar dessa imagem? Xiiiii… tô achando que a Sra Obama vai sentar a mão no maridão! Cara de brava ela tem! :p

[mzn] Comico - Obama e Sarcoszy

12
jun
09

Especial: Bátima e Robson, dossiê completo

O sucesso...

O sucesso...

Os blogueiros formam uma comunidade muito forte! Volta e meia alguém descobre algo inusitado, curioso, exótico… e publica. É o suficiente para que outros blogs repliquem o mesmo fato.

É graças à isso que fenômenos como a “absoluta” Stéphany ou a verborrágica canção “Vai tomar no cu“, caíram no gosto popular  antes mesmo que as chamadas “mídias tradicionais” tenham dedicado uma linha sequer sobre elas.

A cantora de axé católico — sim, isto existe! — Jake, é prova de como um vídeo no YouTube pode alçar alguém à fama repentina; se a pessoa for talentosa e tiver uma boa dose de sorte, pode alcançar o estrelato definitivo.

MZN News não descobriu Bátima & Robson, mas decidimos ir a fundo para levantar informações sobre essa dupla dinâmica, que começa a chamar a atenção de grandes meios de notícias e jornalistas como Zé Simão e o Flávio RiccoContinue lendo ‘Especial: Bátima e Robson, dossiê completo’

08
jun
09

Editorial: Saia Justa?

A expressão “saia justa” determina aquela situação que determinada pessoa, acaba ficando constrangida, acuada, desconcertada. Ela pode ser a vítima ou a algoz. Nesta semana, aconteceram três “saias justas”: o episódio Rede Globo x Cantoras; a estréia da Fazenda da Record; e por fim, o desmentido feito pelas Forças Armadas no caso Vôo Air France.

Elas Cantam Roberto

O que era para ser uma “celebração”, acabou se tornando uma situação constrangedora. A Globo exibiu no último domingo (dia 31), a gravação que havia feito do show “Elas Cantam Roberto”. O motivo da saia-justa: algumas cantoras foram “limadas” na exibição da TV, enquanto outras, teriam sido privilegiadas.

Tudo começou pelo fato das performances de Marina Lima, Paula Toller, Celine Imbert, Rosemary, Adriana Calcanhoto e Mart’nália não terem ido ao ar, ao passo que, Marília Pêra — atriz contratada da Globo e que fez uma apresentação sofrível — e Ivete Sangalo — que interpretou duas canções, enquanto as demais, apenas uma — teriam sido beneficiadas.

À respeito disso, vários jornalistas especializados em TV, foram unânimes ao afirmar: pegou muito mal! Flávio Ricco, em sua coluna, ainda tentou um discurso mais conciliatório: “As cantoras cortadas, as suas gravadoras e o homenageado Roberto Carlos, além do próprio público, têm motivos de sobra para reclamar. O episódio foi muito antipático. No entanto, é possível reverter este quadro. Basta vontade e uma pequena dose de humildade. Que a Globo, num gesto elevado, reconheça o erro cometido e exiba a edição sem cortes“.

A pergunta que eu faço: qual motivo de tanto “mal estar”? A própria direção da Globo, já havia afirmado que, algumas das apresentações talvez não fossem ao ar: “Já a assessoria de imprensa da Globo não confirma se a canção de Hebe será ou não exibida no especial, já que a edição vai selecionar apenas parte da apresentação“, informava a coluna “Ilustrada” de 20 de Junho.

Sinceramente, quando eu reli esta matéria, pensei: “quem avisa amigo é… por que, então, tanto estardalhaço?”.

A Fazenda

A Record afirma que o programa não é “cópia” da Globo; que Brito Jr não é um “clone” de Pedro Bial; que os competidores são “celebridades”; e não há prejuízo e falta de anunciantes.

Eles dizem “não”. Mas, quem assiste, sabe que é. Então, fica combinado assim: eles fingem que falam a verdade e a gente finge que acredita no que eles dizem.

O Vôo AF 447

Por fim, a imprensa — especialmente, a francesa — “desceu a lenha” na Marinha e Aeronáutica brasileira, quando a informação de que a “mancha de óleo e o pallete encontrados eram do avião desaparecido” foi desmentida.

A acusação: os militares teriam sido “irresponsáveis” ao anunciarem uma coisa, e voltarem atrás, logo em seguida. Mas, diante da pressão que a imprensa, os familiares das vítimas, as empresas envolvidas (Air France e Airbus), dos governos brasileiro e francês, etc por notícias e avanços nas buscas… será que eles foram irresponsáveis? Ou apenas disseram o que todo mundo esperava ouvir?

Em todas essas “saias justas”, que fique claro: tudo era previsível. A Globo iria mostrar só quem “dá Ibope”; a Record iria copiar o BBB; e alguém precisava dizer que “encontrar sobreviventes” estava fora de cogitação.

01
jun
09

Justiça: DJ Malboro acusado de abuso à menina de 4 anos

Segundo o site “Vírgula“, especializado em matérias de celebridades,Fernando Luis Mattos da Matta, mais conhecido como DJ Malboro e um dos principais responsáveis pelo sucesso comercial do chamado “Funk Carioca”, teria abusado de uma menina de apenas 4 (quatro) anos de idade. Vejamos o que diz o texto da matéria:

O produtor e DJ de funk carioca Luiz Fernando da Mata, o DJ Marlboro, está sendo acusado de pedofilia contra uma garota de quatro anos. O caso corre em segredo de justiça desde agosto de 2008.

Segundo a família da menina, a garota foi abusada por Marlboro quando estave hospedada na casa dele. Ela é prima e afilhada de Junia Duarte, ex-namorada do DJ. Os pais da garota afirmaram que Duarte teve participação direta no abuso.

Em entrevista divulgada pelo programa Brasil Urgente, da Band, o pai afirmou que a menina voltou da casa de Marlboro “arredia”. A mãe confirmou a declaração, dizendo que sua filha perdeu a infância. “Agora, quero que ela não perca também o futuro”, afirmou.

Segundo o Brasil Urgente, o caso está registrado na 21ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, onde Marlboro já prestou esclarecimentos e declarou inocência. A polícia carioca apreendeu na casa do DJ notebooks e computadores, em busca de material pornográfico que pudesse incriminá-lo. Continue lendo ‘Justiça: DJ Malboro acusado de abuso à menina de 4 anos’

29
maio
09

Crônicas: Meu Miguxês

Tudo começou com o mIRC. As pessoas precisavam transmitir suas emoções em chats. Surgiram os emoticons: foi um festival de …. ; ) …  : (   ….   >:/ …. @—^—

A coisa evoluiu e surgiu o ICQ. Até então, internet era coisa de geek — um jeito mais carinhoso de se chamar os nerds tecnológicos. Nasce o internetês: net, @, .com, download, homepage, kick, ping, pop-up, sux, bug… quase tudo se resumia à expressões inglesas ligadas à alguma coisa relativa à informática.

Eis que Bill Gates resolveu acordar da sua idéia mais imbecil — leiam “A Estrada do Futuro” — e lançou o MSN Messanger, que vinha na faixa, embutido em todos os Windows. Este foi o fim da Era Geek: sai o Netscape Navigator, entra o Internet Explorer; sai o mIRC e ICQ… entra o MSN.

Lula é eleito e o Governo resolveu fazer a tal inclusão digital: baixou imposto sobre computadores. Aí a coisa foi pro beleléu! Se antes, o internetês era algo mais “sofisticado”… imagine uma boa parte de usuários “alfabetizados funcionais” — p.s.: para quem não sabe, analfabeto funcional é aquela pessoa que sabe apenas assinar o próprio nome e ler textos rudimentares, mas não sabe interpretar o que está vendo/lendo. Continue lendo ‘Crônicas: Meu Miguxês’




Pessoas já leram MZN News:

  • 325,718 hits

SOS Nordeste

Categorias de Matérias

Quer procurar alguma coisa no Blog?

Digite no campo abaixo palavras chaves (tags) para encontrar nas matérias já publicadas

Arquivos

Expediente

Editor e Articulista:
Mazinho Almeida
Colaboradoras:
Fládima Christofari (Campo Grande -MS)
Helen Mariana (Curitiba-PR)
Cartas à Redação:
Para corresponder com nosso blog, além dos comentários, envie e-mail para o endereço mznnews.redacao@gmail.com